Stocco busca apoio para garantir transparência com diárias na Câmara de PG

Em PG, escola aposta na ‘imersão’ para ensino de inglês
5 de abril de 2018
Você conhece o significado da sua tatuagem?
9 de abril de 2018

Foto: Kauter Prado/CMPG

Vereador da Rede Sustentabilidade tenta reunir 12 assinaturas para garantir mudança que viabilize maior transparência nos gastos públicos.

O vereador Geraldo Stocco (REDE) busca sensibilizar os colegas e garantir 12 assinaturas contra um parecer da Comissão de Legislação, Justiça e Redação (CLJR). O parecer é contrário à proposta de Stocco que prevê que os vereadores prestem contas dos gastos com diárias e, caso o gasto seja inferior ao valor recebido, devolvam o recurso restante. Geraldo defende que a medida trará mais “transparência” no uso do dinheiro público.

A proposta de mudança no regimento interno foi apresentada por Stocco em novembro de 2017. “Acredito que o recebimento de diárias por parte dos vereadores deve contar com uma prestação de contas por parte dos parlamentares. Na iniciativa privada funciona assim: você é ressarcido apenas do que realmente gasta durante uma viagem a trabalho”, exemplificou o parlamentar.

Stocco lembra que para uma viagem parlamentar a Curitiba, por exemplo, o vereador recebe R$ 250, já para ir até Brasília a diária paga é de R$ 350 e, além disso, o Legislativo arca com o custo das passagens aéreas. “O que proponho é simples: o parlamentar vai ter que comprovar os custos com notas fiscais, caso o valor recebido seja maior do que o efetivamente gasto, a diferença deve ser devolvida aos cofres públicos”, explicou Geraldo.

O prazo para que Geraldo consiga as 12 assinaturas e recorra do parecer da CLJR acaba nesta sexta-feira (6). “Quero sensibilizar os parlamentares sobre o tema, mostrando que a demanda por transparência e responsabilidade com os recursos públicos é tendência em todos os níveis da política e uma demanda da própria população”, defende o vereador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *