Projeto de Stocco e Rudolf tenta fortalecer músicos locais

Vinícius Camargo busca apoio para política antidrogas
1 de agosto de 2017
‘Lei da Gorjeta’ garante padronização dos repasses
3 de agosto de 2017

Vereadores sugeriram incentivo às bandas e músicos de Ponta Grossa.

Vereadores protocolaram projeto de lei que obriga a apresentação de artistas locais na abertura de shows realizados em espaços do município ou com recursos públicos.

Na busca por valorizar o trabalho dos músicos de Ponta Grossa, os vereadores Geraldo Stocco (Rede) e Rudolf ‘Polaco’ Christensen (PPS) protocolaram durante a semana um projeto de lei (PL) para incentivar a participação de artistas locais em eventos realizados no município. A medida obriga a apresentação de “cantores, instrumentistas, bandas ou conjuntos musicais” com residência em Ponta Grossa na abertura de shows financiados por recursos públicos ou que sejam realizados em espaços públicos.

O projeto ‘Novos Talentos’ baseia-se, de acordo com o documento protocolado na Câmara, na dificuldade de um artista local em obter visibilidade, além de garantir incentivos que contribuam para o aumento no número de apresentações. A medida, caso aprovada, tornará obrigatória a participação dos artistas em qualquer evento realizado, patrocinado e apoiado pelo Poder Público, bem como eventos realizados em espaços públicos.

A forma de seleção das bandas, cantores os grupos musicais ficaria a critério do próprio diretor artístico ou a produção do show – desde que obedeça os critérios descritos na lei: artistas que residem em Ponta Grossa. Caso não seja possível cumprir a medida, abre-se a possibilidade de utilizar músicos que residem no Paraná. O descumprimento da medida obriga a devolução dos recursos públicos obtidos para a realização do evento, além de multa de 200 valores-referência (VRs) – algo em torno de R$ 15,1 mil.

Um dos responsáveis pelo projeto, o vereador Geraldo Stocco (Rede), ressalta que a medida irá incentivar os artistas da cidade. “A proposta faz com que as pessoas conheçam as bandas ‘pratas-da-casa’, além de divulgar o trabalho dos músicos também para empresários e artistas de nível nacional”, explica.

Rudolf ‘Polaco’ (PPS), que também assina o projeto, é um dos líderes do governo municipal na Câmara, enquanto Stocco integra o grupo de oposição. A divergência, no entanto, não deve interferir na criação de projetos que busquem o benefício da população, de acordo com Rudolf. “Independentemente de situação ou oposição, existe coerência e ética no meu trabalho e no trabalho do Stocco. Na política é preciso atuar ao lado da comunidade, como é o caso deste projeto”, destaca.

O projeto de lei, de nº 214/2017, deve tramitar pelas comissões internas da Câmara de Ponta Grossa e, na sequência, seguir para a votação.

1 Comentário

  1. Miguel disse:

    Parabéns pela iniciativa dos vereadores, é sempre bom ver propostas de incentivo à cultura local!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *